Enquadramento
 
O projeto iFADO (Inovação no Quadro do Oceano Atlântico Profundo) pretende criar serviços marítimos à escala regional e sub-regional usando o espaço Atlântico como caso de estudo.
 
Ao completar as lacunas técnicas existentes, o iFADO vai contribuir para a implementação da Diretiva Quadro Estratégia Marinha (DQEM) para demostrar a aplicação de produtos inovadores. O projeto combinará a monitorização tradicional com tecnologias de ponta: satélites, modelação numérica e novas plataformas tais como planadores e boias oceânicas.
 
O projeto é formado por um consórcio de várias entidades de referência nos países que integram o arco Atlântico, a saber: Portugal, Espanha, Irlanda, França e Reino Unido. Este projeto tem um orçamento de € 3,6M e foi estimado para uma duração de 48 meses.