2021-03-26

Dragagem do porto de Vila Praia de Âncora avança numa parceria DGRM - Polis Litoral Norte

Decorreu no dia 25 de março a celebração do ato de consignação entre o empreiteiro e a Polis Litoral Norte, para a empreitada de dragagem do porto de Vila Praia de Âncora, que permitirá restabelecer as condições de operacionalidade e segurança deste porto minhoto.

A empreitada resulta de uma parceria entre a DGRM e a Polis Litoral Norte, que contemplou o lançamento de um concurso público internacional para a empreitada de dragagem, cujo valor de adjudicação é de cerca de 2 milhões de euros.

Esta empreitada é alvo de financiamento pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), sendo a componente nacional, no valor de cerca de 0,5 milhões de euros, suportada pela DGRM.

Através da remoção e migração de areias da barra, canal de entrada e bacia portuária do porto, serão movimentados 110.000 m3 de inertes para a alimentação artificial, proteção e reabilitação do sistema costeiro natural da duna dos Caldeirões.

Desta forma, atua-se na defesa ativa do litoral com a otimização do equilíbrio hidrodinâmico da orla costeira, e, simultaneamente, repõem-se as cotas de serviço estabelecidas no Plano Plurianual de Dragagens 2018 – 2022 para este porto.

Recorde-se que o porto de Vila Praia de Âncora tem uma grande importância para a região, não só para as atividades náuticas em geral, mas também para a atividade específica de pesca, na qual o Espadarte é o pescado mais emblemático desta zona.