2018-07-25

Ministra do Mar lançou a primeira pedra da construção do novo quebra-mar do porto de Angeiras

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, lançou a primeira pedra da construção do novo quebra-mar do Porto de Angeiras, numa cerimónia que teve lugar esta quarta-feira, dia 25 de julho, em Angeiras.

A construção do novo quebra-mar do Porto de Angeiras, um investimento de cerca de 4 milhões de euros, tem como objetivo proporcionar melhores condições de abrigo em relação à agitação marítima durante a navegação de aproximação e partida para a pesca, e reforçar as condições de exercício da atividade piscatória de uma comunidade que vive exclusivamente desta arte.

Assim, reduzir-se-á, pelo menos, para metade os dias de inoperacionalidade da frota de pesca local. Este objetivo será conseguido através do controlo da agitação marítima para os rumos dominantes (os rumos de N e W cuja frequência é de cerca de 97%) que se verificam na costa de Angeiras.

O quebra-mar, com cerca de 448m de comprimento, fundado sobre afloramentos rochosos, com estrutura clássica constituída por prisma de enrocamentos ToT (todo o tamanho), revestido por submantos e por mantos em enrocamentos selecionados e na cabeça por blocos Antifer, será dotado de estrutura de betão simples no coroamento em cuja cabeça será instalado um Farolim para sinalização marítima.

O quebra-mar será fundado sobre uma série de afloramentos rochosos com cotas variáveis entre (+2,0 m)ZH e (-4,0 m)ZH, desenvolvendo-se inicialmente para SW e terminando orientado para SSW.

A empreitada, da responsabilidade da DGRM - Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, entidade adjudicante e de fiscalização, e a cargo da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A., é cofinanciada pelo PO MAR2020 em 75% do valor do contrato, cujo valor total é de € 3.787.553,67, com IVA incluído.

O prazo de execução será de 18 meses, incluindo 6 meses de paragem de inverno.